Última hora

Última hora

Petroleiro iraniano Sanchi afundou-se ao largo de Xangai

Em leitura:

Petroleiro iraniano Sanchi afundou-se ao largo de Xangai

Petroleiro iraniano Sanchi afundou-se ao largo de Xangai
Tamanho do texto Aa Aa

Depois de nove dias a arder ao largo de Xangai, o petroleiro iraniano Sanchi afundou-se este domingo. Na origem do incêndio esteve a colisão com um cargueiro chinês. 

As chamas e o fumo intenso, que atingiu os 3 mil metros de altura, tornaram impossível o resgate da tripulação, composta por 32 homens. Até agora agora, apenas três corpos foram encontrados. 

Segundo o porta-voz da equipa de resgate, as mortes aconteceram na primeira hora do acidente por causa da potência da explosão e do cheiro a gás.

Familiares e amigos da tripulação reuniram-se hoje na sede da Companhia Nacional Iraniana de Petróleo. Continuam a apontar o dedo ao governo e às operações de resgate, considerando que faltou uma coordenação de esforços na altura certa.

O governo do Irão decretou um dia de luto nacional para esta segunda-feira.