Última hora

Última hora

Zeman falha maioria absoluta

Em leitura:

Zeman falha maioria absoluta

Zeman falha maioria absoluta
Tamanho do texto Aa Aa

O presidente checo, Milos Zeman, venceu a primeira volta das presidenciais, mas não conseguiu a maioria. Na segunda volta do escrutínio, daqui a duas semanas, o atual detentor do cargo enfrentará o segundo candidato mais votado, Jiri Drahos.

Votaram 61% dos oito milhões de eleitores convocados. Zeman conseguiu cerca de 39% dos votos, Drahos cerca de 27%.

"Os eleitores não são marionetas que aceitem recomendações seja de quem for, seja a meu favor ou contra mim", disse Zeman assim que foram conhecidos os resultados.

Drahos, ex-presidente da Academia de Ciências, considerado pró-União Europeia, sabe que a luta será renhida nos dias 26 e 27 de janeiro e apelou à mobilização dos seus apoiantes:

"O fato de eu ter passado para a segunda volta é importante, claro. Agora vem aí o jogo mais difícil, contra Milos Zeman e os seus conselheiros. Reitero o que disse nos debates - quem desejar uma mudança, vá votar, vá votar, vá votar."

Admirador de Donald Trump, Milos Zeman gere bem o discurso populista: fala da imigração muçulmana como uma "invasão organizada", defende a aproximação a Moscovo e não poupa críticas à União Europeia.

O quarto e quinto candidatos mais votados, Michal Horácek e Marek Hilser, convidaram os seus eleitores a apoiar Drahos.