EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Comité Paralímpico Internacional confirma Rússia fora de PyeongChang2018

Soohorang, à direita, é a mascote dos Jogos Paralímpicos de inverno 2018
Soohorang, à direita, é a mascote dos Jogos Paralímpicos de inverno 2018 Direitos de autor  REUTERS/Fabrizio Bensch
Direitos de autor  REUTERS/Fabrizio Bensch
De  Francisco Marques com TASS
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

CPI emite comunicado revelando ainda haver duas questões antidoping por resolver pelo desporto russo: a reintegração da agência dopagem local no organismo mundial e o reconhecimento oficial do relatório McLaren.

PUBLICIDADE

Comité Paralímpico Internacional confirmou esta segunda-feira a suspensão da equipa russa nas paralímpiadas de inverno PyeongChang2018.

Em comunicado emitido esta segunda-feira, o organismo admite apenas a participação de alguns atletas russos paralímpicos nos jogos sul-coreanos sob um estatuto de neutralidade, num sinal de "reconhecimento pelo progresso do Comité Paralímpico Russo na melhoria das respetivas atividades antidoping."

"[O CPI] vai permitir a atletas russos paralímpicos elegíveis de acordo com restritas condições poderem competir em cinco modalidades sob a designação 'Atleta Neutro Paralímpico' nos Jogos Paralímpicos de Inverno PyeongChang2018", lê-se no comunicado.

Em causa, na ótica do CPI, mediante um relatório da equipa especial do organismo para acompanhamento do escândalo de doping russo, está ainda "a reintegração da Agência Russa antidoping [RUSADA] na Agência Mundial Antidoping (WADA ou AMA, na sigla portuguesa)" e o "reconhecimento oficial" das autoridades russas pelas denúncias relatadas pela investigação liderada pelo professor McLaren.

"O que foi descoberto não se tratou da quebra insignifcante de uma obrigação, de um erro ocasional ou das ações isoladas de um indíviduo. Foi um ataque orquestrado à integridade do desporto e que ameaçou o futuro do desporto tal como o conhecemos. Estas descobertas impediram-nos de determinar quais os atletas russos que estavam limpos e os que não estavam", explicou Andrew Parsdons, o presidente do CPI.

De acordo com a agência de notícias TASS, entre 30 a 35 atletas russos poderão vir a participar nas paralimpíadas sul-coreanas de inverno, que vão decorrer entre 09 e 18 de março.

Outras fontes • CPI

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Dois campeões olímpicos entre os russos suspensos pelo COI

Vladimir Putin recusa boicote a Jogos Olímpicos de Inverno