EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

"Atingiu-se um grau de violência nunca antes visto em Calais"

"Atingiu-se um grau de violência nunca antes visto em Calais"
Direitos de autor 
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Os confrontos entre centenas de migrantes afegãos e africanos fizeram mais de 20 feridos, entre os quais 4 em estado muito grave.

PUBLICIDADE

**Um campo de batalha - é a descrição em vários pontos de Calais, onde esta noite eclodiram confrontos entre centenas de migrantes afegãos e africanos. Há mais de 20 feridos. Pelo menos 4 deles foram baleados e encontram-se em estado muito grave. **

O ministro francês do Interior, Gérard Collomb, veio anunciar o reforço da mobilização policial numa cidade que tem assistido a múltiplos embates entre contrabandistas.

"Atingiu-se um grau de violência nunca antes visto em Calais. A situação é grave. No espaço de três anos, houve 300 mil pessoas a vir para aqui porque o pedido de asilo foi rejeitado na Alemanha. Se não criarmos uma legislação específica, não conseguimos resolver o problema", declarou Collomb.

As autoridades francesas procuram um afegão de 37 anos que terá desencadeado o tiroteio contra migrantes da Eritreia junto ao hospital de Calais, onde se distribuíam refeições. Terá sido episódio a desencadear várias retaliações da comunidade africana.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Tráfico humano pelo Canal da Mancha aumenta

Afegãos procuram sobreviventes após as inundações que causaram centenas de mortos

Jato privado com seis pessoas a bordo despenhou-se no Afeganistão