Última hora

Última hora

Angola domina importações de petróleo na China

Em leitura:

Angola domina importações de petróleo na China

João Lourenço inspeciona tropas na recente visita ao Congo
@ Copyright :
REUTERS/Kenny Katombe
Tamanho do texto Aa Aa

Angola e Rússia tornaram-se em janeiro de 2018 os maiores fornecedores de petróleo para a China, o segundo maior consumidor desta matéria-prima no mundo.

De acordo com a Bloomberg, as importações totais de crude da China subiram quase 20 por cento em relação ao ano passado, estimando-se agora em 40,64 milhões de toneladas.

Para 2018, e apesar da atual incerteza em relação a um novo sistema fiscal que pode encurtar as margens financeiras de produtores independentes, é igualmente esperado um novo aumento das importações, fruto do crescimento da refinação.

As compras estão a subir a um ritmo de 10 por cento, com as importações a surgirem como alternativa para a falta de produção doméstica e como meio para desenvolver uma importante capacidade de armazenamento estratégica, segundo avança um relatório da consultora BMI Research.