Última hora

Última hora

Foujita no museu Maillol em Paris

Em leitura:

Foujita no museu Maillol em Paris

Foujita no museu Maillol em Paris
Tamanho do texto Aa Aa

O Museu Maillol, em Paris, tem em exposição, desde esta quarta-feira, mais de uma centena de obras do artista japonês Leonard Tsuguharu Foujita. Obras realizadas em Paris entre 1913 e 1931. Os nus femininos foram uma das suas inspirações:

"No Japão não há o nu integral a que estamos habituados. Revela-se um pedaço de pele e a nudez é parcial. Mas Foujita escolheu esta forma de representação mais tradicional porque para ele era de uma grande modernidade", explica a curadora da exposição Anne Le Diberder.

A obra de Foujita, pintor modernista japonês que se naturalizou francês e se converteu ao catolicismo, apresenta uma panóplia de técnicas, numa tendência claramente ocidentalizada:

"Não é fácil descrever Foujita porque ele tentou vários estilos e seguiu caminhos diferentes. Mas a característica que distingue a arte de Foujita é a extraordinária delicadeza nas suas linhas e pinturas a óleo que se parecem com desenhos", adianta a curadora.

O mestre japonês, passou dias sentado em museus franceses, entre eles o Louvre, a redesenhar pinturas clássicas de artistas franceses e florentinos. Nas suas telas fundiu técnicas orientais, como a pintura de seda ou os pigmentos vegetais, com imagens ocidentais, como os nus e as paisagens parisienses.

A sua obra pode ser visitada, em Paris, até 15 de julho.

Mais sobre mundo