EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

Trump diz que "acordo com Coreia do Norte está bem encaminhado"

Trump diz que "acordo com Coreia do Norte está bem encaminhado"
Direitos de autor 
De  Euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Esta semana foi anunciada uma reunião entre Kim Jong-un e Donald Trump que a concretizar-se será histórica

PUBLICIDADE

As redes sociais voltaram a ser o aliado de ouro de Donald Trump para anunciar, no mundo virtual, o que o mundo real aguarda com expectativa.

"O acordo com a Coreia do Norte está bem encaminhado e será, se chegar a bom porto, muito bom para o mundo. Data e lugar a serem determinados." Foi assim que o presidente dos Estados Unidos se manifestou esta sexta-feira, no Twitter, depois do anúncio de um convite do líder da Coreia do Norte para uma reunião sobre o programa nuclear.

Trump aceitou a proposta, mas para os analistas não passa de um começo.

"A Coreia do Norte avançou muito na última década no que diz respeito à capacidade militar e de mísseis. Por isso estamos a começar de um ponto bastante diferente, o que significa que não podemos apenas desempoeirar os planos e os acordos de 2005 e 2007. De certa forma temos de começar de novo. Isso significa repensar o que é que queremos exatamente alcançar e como é que vamos chegar lá. Não pode passar-se, numa noite, do estado atual das coisas para a desnuclearização. Existe um processo técnico, político e diplomático extenso que tem de ser considerado", sublinha Toby Dalton, codiretor do programa de Política Nuclear do "think tank" Carnegie Endowment for International Peace.

Foi o Conselheiro de Segurança Nacional da Coreia do Sul, Chung Eui-Yong, quem fez na quinta-feira o anúncio, que correu mundo, do convite de Kim Jong-un. A reunião deverá acontecer até maio. Até lá, o mundo terá de aguardar em suspenso pelo Dia D.

Antes do tweet de Trump, a porta-voz da Casa Branca Sarah Sanders condicionou a reunião do Presidente dos EUA com Kim Jong-un a "ações concretas" por parte da Coreia do Norte.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Diretor da CIA reúne-se com presidente da Coreia do Norte

Comboio-mistério da Coreia do Norte na China

Netanyahu diz que envio de armamento dos EUA para Israel "caiu de forma dramática" nos últimos meses