Última hora

Última hora

Aprovada emenda à Constituição que elimina limite de mandatos presidenciais

Em leitura:

Aprovada emenda à Constituição que elimina limite de mandatos presidenciais

Aprovada emenda à Constituição que elimina limite de mandatos presidenciais
Tamanho do texto Aa Aa

O parlamento chinês aprovou, este domingo, uma emenda à Constituição que acaba com o limite de mandatos presidenciais. Uma alteração que permite ao presidente Xi Jinping permanecer no cargo por tempo ilimitado. Até aqui um chefe de Estado só podia permanecer no cargo durante dois mandatos. A medida passou com a oposição de dois deputados e a abstenção de três, entre três mil representantes.

A emenda constitucional tinha sido proposta pelo Partido Comunista, que tem maioria no parlamento, no mês passado.

O limite de 10 anos no poder, dois mandatos de cinco anos cada, passou a constar da Constituição da China depois da morte de Mao Tsé-Tung, em 1976. Na altura, Deng Xiaoping, reconheceu os perigos do poder centrado num homem apenas e do culto da personalidade e adotou a liderança coletiva.

Já Xi Jinping parece seguir caminho inverso e tem vindo a aumentar a sua influência, e a do Partido Comunista, na vida dos chineses.