Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

Morreu o fundador do Sistema de Orquestras da Venezuela

Morreu o fundador do Sistema de Orquestras da Venezuela
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

José António Abreu, fundador do chamado Sistema de Orquestras Infantis e Juvenis da Venezuela, morreu aos 79 anos, por motivos de saúde.

El Sistema, como é conhecido na Venezuela, promove a integração social de jovens através da música e inspirou várias orquestras em todo o mundo, dos Países Baixos aos Estados Unidos.

Foi o caso da portuguesa Orquestra Geração - Sistema Portugal, que, tal como na Venezuela, promove a inclusão social que aposta na aprendizagem da música a jovens e comunidades desfavorecidas.

Economista, político, maestro e compositor, José António Abreu nasceu em Valera, no Estado venezuelano de Trujillo, em 1939.

Reuters
Abreu passou mais de 40 anos numa missão que ele próprio dizia ser de "democratizar a música", através do Sistema Nacional de Coros e Orquestras Juvenis e Infantis da Venezuela.Reuters

Prémios e reconhecimento internacional

Aos 18 anos, começou por estudar órgão e cravo, em Caracas. Em 1967 foi distinguido com o Prémio Nacional de Música Sinfónica.

Entre 1989 e 1995 foi ministro venezuelano da Cultura, vice-presidente e Diretor do extinto Conselho Nacional da Cultura (Conac).

Em 1975, ano de fundação do Sistema, Abreu promoveu o primeiro périplo da Orquestra Sinfónica Simón Bolívar, que nasceu de um grupo de 11 jovens músicos.

Recebeu vários prémios internacionais, entre eles o prémio Príncipe de Astúrias das Artes (2008) e o Polar Music Prize (2009).

Do El Sistema saíram músicos reconhecidos, como o maestro e diretor de orquestra Gustavo Dudamel.

Estima-se que mais de 500 mil jovens venezuelanos passaram pelo Sistema.