Tiroteio na sede do YouTube

Tiroteio na sede do YouTube
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Mulher suspeita de ser a autora dos disparos morreu. Polícia fala em suicídio.

PUBLICIDADE

Mais um tiroteio nos Estados Unidos. Desta vez junto à sede do YouTube em San Bruno, Califórnia, ao início da tarde desta terça-feira, início da noite hora de Lisboa.

A polícia local confirmou de imediato a existência de uma situação crítica e recomendou que a população não se aproximasse do local. Mais tarde confirmou que o autor dos disparos será uma mulher que se terá suicidado depois de ter disparado contra os funcionários da empresa. Três pessoas ficaram feridas nos disparos. Outras podem ter ficado feridas enquanto fugiam do edifício.

A sede do Youtube foram de imediato evacuados pelas autoridades

No Twitter surgiram de imediato vários relatos do tiroteio. O momento foi descrito por um dos funcionários do YouTube através da conta de Twitter. Vadim Lavrusik explica que esteve barricado com os colegas de trabalho no interior do edifício para se proteger de um atirador. Na última publicação Vadim diz que já está a salvo e fora da sede da empresa.

Vários hospitais da região divulgaram que receberam feridos vindos da sede do Youtube.

A Google, que detém o YouTube, escreveu no Twitter que está a colaborar com as autoridades para resolver e apurar os motivos deste tiroteio.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Tiroteio na sede do Youtube

Trump vence primárias na Carolina do Sul. Nikki Haley promete manter-se na corrida

Nova "Guerra das Estrelas": Rússia desenvolve sistema de mísseis nucleares antissatélite