Última hora

Última hora

Líder do PT reafirma que não há plano B

Em leitura:

Líder do PT reafirma que não há plano B

Líder do PT reafirma que não há plano B
@ Copyright :
REUTERS/Rodolfo Buhrer
Tamanho do texto Aa Aa

Lula da Silva continua detido a aguardar a decisão do Supremo Tribunal que deverá ser tomada quinta-feira. Em entrevista ao canal de televisão público português, RTP, a líder do Partido dos Trabalhadores voltou a reiterar o apoio ao ex-chefe de Estado brasileiro numa altura em que a formação se prepara para mudar, temporariamente, a sua sede, para Curitiba, onde Lula está detido.

"Continua a ser o candidato do PT por dois motivos muito objetivos e simples: primeiro porque ele é inocente, e nós não vamos jamais deixar que o nosso grande líder que é inocente deixe de participar no processo eleitoral, sendo que é o preferido da população. E segundo porque já há muito que Lula deixou de ser o candidato apenas do PT ele é de uma parcela expressiva da população brasileira. Então, cabe ao PT defendê-lo, cabe ao PT viabilizar a sua candidatura", afirmou Gleisi Hoffmann.

Para o PT continua a não haver um plano B, afirma a líder partidária:

"O nosso candidato é Lula. E agora a principal bandeira é a sua liberdade. Essa é a candidatura à presidência do Brasil".

Lula da Silva foi condenado a 12 anos e um mês de prisão, por corrupção. Entregou-se à polícia no sábado já que sobre si recaia um mandado de prisão.