A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Rússia bloqueia aplicação de mensagens utilizada pelo Daesh

Rússia bloqueia aplicação de mensagens utilizada pelo Daesh
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Um tribunal russo ordenou o bloqueio da aplicação de mensagens encriptadas Telegram. A empresa recusa-se a fornecer aos serviços de segurança russos o acesso a mensagens privadas de utilizadores.

Ao todo, são 200 milhões no mundo inteiro a recorrer a esta ferramenta, que se assemelha ao WhatsApp, com a diferença de oferecer um grau de confidencialidade muito elevado, uma vez que as mensagens não passam por um servidor central.

A atenção mediática chegou quando se tornou público que o grupo Estado Islâmico utilizava este serviço para organizar eventuais ataques.

A decisão judicial surge na sequência de um processo instaurado pelo organismo estatal russo de regulação de comunicações. O Telegram tem afirmado que pretende continuar "a defender a liberdade".