Última hora
This content is not available in your region

Turquia rejeita libertar militares gregos

euronews_icons_loading
Turquia rejeita libertar militares gregos
Tamanho do texto Aa Aa

Um juiz turco no tribunal de Adrianoupolis/Edirne rejeitou um pedido de libertação imediata apresentado pelos advogados dos dois oficiais gregos detidos na Turquia.

Este é o terceiro pedido rejeitado desde 1º de março, dia em que os dois militares gregos foram presos por terem entrado em território turco. A Grécia afirma que os dois militares entraram na Turquia acidentalmente.

Ainda não há nenhuma acusação formal contra os gregos e, é claro, não há data de julgamento.

No início deste mês, o presidente turco, Recep Tayipp Erdogan, sugeriu que fosse feita a troca dos dois oficiais gregos por oito militares turcos que solicitaram, e a quem foi concedido, asilo na Grécia após o fracassado golpe na Turquia.

O Governo grego e os partidos políticos rejeitaram qualquer tipo de troca.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.