Manágua homenageia repórter morto

Manágua homenageia repórter morto
Direitos de autor 
De  Nara Madeira
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Dezenas de pessoas prestaram tributo, na capital da Nicarágua, ao repórter mortalmente baleado, a 22 de abril, durante os protestos contra o presidente e as suas políticas.

PUBLICIDADE

Decorreu, em Manágua, a capital da Nicarágua, quinta-feira, uma vigília em homenagem ao repórter mortalmente baleado durante uma reportagem, em direto, sobre os protestos contra o governo, a 22 de abril. Angel Gahona foi atingido na cabeça, quando fazia o seu trabalho, os manifestantes pedem justiça e queixam-se da situação do país:

"A situação da liberdade, de violência contra a liberdade de expressão, de violência contra a liberdade de poder informar, os riscos que os jornalistas correm em países como a Nicarágua não é algo de hoje. Sofremos com isso há muitos anos", afirma a jornalistas Sheila Cano.

Mais de 30 pessoas morreram durante as manifestações contra o presidente Daniel Ortega que acabou por abandonar as mudanças que pretendia fazer na Segurança Social.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Lei dos "agentes estrangeiros" causa tumulto na Geórgia

Morreu o estilista Roberto Cavalli aos 83 anos

China responde à investigação da UE sobre os subsídios às indústrias verdes