A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Oposição arménia continua na rua

Oposição arménia continua na rua
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Os protestos na Arménia duram há mais de duas semanas. O objetivo inicial, a demissão do primeiro-ministro, Serge Sargsian, até já foi alcançado mas os manifestantes garantem que irão continuar até que Nikol Pashinyan seja escolhido para o cargo.

A mensagem do líder da oposição para os seus apoiantes é que venceram uma batalha, mas a guerra continua. O líder da oposição apelou aos cidadãos para continuarem na rua a lutar pela justiça, pela democracia e pela liberdade

Pashinyan é apontado como o principal candidato a primeiro-ministro, sobretudo depois dos republicanos terem decidido não apresentar um candidato próprio. Encontra-se em negociações com o Partido Republicano, que tem maioria parlamentar, para garantir os votos necessários na sessão da Assembleia Nacional que irá decidir o futuro do país esta terça-feira.