EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Fernando Henrique Cardoso: No Maio de 68 era proibido proibir

Fernando Henrique Cardoso: No Maio de 68 era proibido proibir
Direitos de autor 
De  Bruno SousaMarco Lemos, Moisés Pozzi
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Antigo presidente brasileiro era professor na Universidade de Nanterre e viveu por dentro o movimento estudantil

PUBLICIDADE

Há 50 anos, Paris foi tomada de assalto por uma onda de protestos estudantis. O movimento de maio de 68 foi um dos momentos mais marcantes na sociedade do século XX e foi vivido por dentro por Fernando Henrique Cardoso.

Em exílio na capital francesa e professor na Universidade de Nanterre à altura, o antigo presidente brasileiro partilhou a sua experiência com a euronews.

Para Fernando Henrique Cardoso, a luta nas ruas de Paris destacava-se por não se tratar de uma simples luta de classes, "era ao mesmo tempo uma crise cultural, existencial. Cada um queria discutir o sentido da vida", e contrariamente ao que acontecia na América Latina, onde dominava a guerrilha e o anti-imperialismo, aqui "era proibido proibir."

O resultado era uma certa desconexão entre as palavras proferidas e o cenário envolvente: "Nanterre era um bairro rico de Paris. Mesmo os trabalhadores que fizeram greve não eram os trabalhadores esquálidos da América Latina, eram gordinhos e cantavam «de pé, famélicos da terra»."

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Forças de segurança realizam operações na capital da Nova Caledónia para controlar onda de violência

Macron desloca-se à Nova Caledónia para tentar pôr termo à violência no arquipélago

Forças de segurança francesas tentam retomar o controlo da principal autoestrada da Nova Caledónia