A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Carles Puigdemont renuncia à liderança do governo catalão

Carles Puigdemont renuncia à liderança do governo catalão
Direitos de autor
REUTERS/Hannibal Hanschke
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

O antigo presidente do Governo Autonómico da Catalunha, Carles Puigdemont, anunciou o apoio a Quim Torra para a chefia do executivo. Uma decisão que pode desbloquear o processo institucional na região espanhola.

Quim Torra é um advogado e escritor de 55 anos, dirigente da organização independentista Òmnium Cultural. O novo candidato não tem problemas com a justiça espanhola relativamente ao processo separatista.

Puigdemont foi detido na Alemanha a 25 de março, na sequência de um mandado internacional emitido por Espanha que deseja julgar o líder independentista por sedição, rebelião e outros crimes. O ex-presidente do governo catalão foi libertado dias depois e aguarda a decisão da justiça alemã.