A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

O inédito pedido de desculpas de Theresa May

O inédito pedido de desculpas de Theresa May
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

"Nenhum de vós devia ter sido tratado desta forma. Os atos do governo do Reino Unido contribuíram para a vossa detenção e sofrimento." São algumas das linhas que se podem ler no pedido de desculpas assinado por Theresa May para Abdel Hakim Belhaj.

Belhaj trata-se de um dissidente líbio que se encontrava foragido na Tailândia, em 2004, quando foi capturado com ajuda dos serviços secretos britânicos. Levado com a esposa de volta para a Líbia, foi então detido e torturado durante seis anos pelo regime de Khadafi.

A Câmara dos Comuns decidiu ainda atribuir uma indemnização à sua esposa, Fatima Bouchar, uma vez que Belhaj sempre recusou qualquer compensação financeira.