Última hora
This content is not available in your region

Democratas voltam a atacar Rússia

Democratas voltam a atacar Rússia
Tamanho do texto Aa Aa

O Comité de Informações do Partido Democrata divulgou, quinta-feira mais de 3.500 anúncios, publicados, entre 2015 e 2017, por uma agência russa de internet no Facebook. O objetivo era semear a discórdia, incitar aos ódios, no país, em suma manipular:

"É importante que o público conheça a extensão, a amplitude, daquilo que os russos estavam a fazer através do Facebook para tentar influenciar, sub-repticiamente, os eleitores americanos e dividir-nos", afirmou Adam Schiff, membro do referido órgão Democrata.

São publicações pagas com conteúdos políticos, raciais, relativos à imigração ou aos direitos da comunidade Lésbica, Gay, Bissexual e Transgénero (LGBT), entre muitos outros assuntos. A favor de Trump ou Bernie Sanders e contra Hillary Clinton. Eram estrategicamente utilizados, de acordo com o público a que se destinavam.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.