EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Campanha para o referendo do aborto aquece na Irlanda

Campanha para o referendo do aborto aquece na Irlanda
Direitos de autor 
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Na sexta-feira, os irlandeses vão decidir se revogam a emenda da Constituição que permitiria ao Governo mudar a lei da interrupção voluntária da gravidez, que agora é ilegal, a menos que a mulher corra perigo de vida.

PUBLICIDADE

A campanha pelo "Não" tem sido criticada, depois de ter dito que apenas a lei existente protege os bebés com síndrome de Down do aborto.

Darach Ó Séaghdha, pai de uma criança com síndrome de down, diz não ter gostado da maneira como estas crianças foram retratadas. "A ênfase nas crianças que têm uma aparência vulnerável e nas pessoas com síndrome de Down enquanto vítimas não ajuda. Eu e outros pais pensamos que não ajuda que as nossas crianças só sejam vistas neste contexto. Gostaria que pudessem ver mais crianças como o meu filho em desenhos animados e programas televisivos", explicou.

Se o "Sim" vencer, a legislação proposta permitirá o aborto a pedido da mulher até às 12 semanas de gravidez, sujeito a regulação médica.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

O papel dos jovens irlandeses no "Sim" ao aborto

Irlandeses decidem futuro do aborto no país

Irlanda vai levar a referendo os conceitos de "família" e de "dona de casa"