Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

Jair Bolsonaro lidera as sondagens para as presidenciais no Brasil

Jair Bolsonaro lidera as sondagens para as presidenciais no Brasil
Direitos de autor
REUTERS
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Jair Bolsonaro é neste momento o principal favorito para as eleições presidenciais do Brasil, em outubro.

O deputado federal natural do estado de São Paulo, de 63 anos, é o candidato do Partido Social Liberal e um dos políticos mais influentes na sociedade brasileira. Conhecido pelas posições nacionalistas e conservadoras, Jair Bolsonaro lidera a corrida à sucessão ao presidente Michel Temer na sondagem divulgada esta semana pelo site Poder360.

De acordo com os números divulgados, o deputado recolhe 25% das intenções de voto, mais do dobro do rival mais próximo, Ciro Gomes, do Partido Democrático Trabalhista.

Num estudo em que os votos brancos e nulos e as pessoas que disseram não saber em quem votar somam perto de 40%, Bolsonaro é também o candidato com o apoio mais consistente. Cerca de 77% dos seus eleitores declaram que não vão mudar o sentido de voto e este venceria todos os opositores numa eventual segunda volta.

Sobre as críticas que colam o seu discurso à extrema-direita, Jair Bolsonaro não tem receio de se assumir como um "radical".

"Não se tem de ser radical no combate à corrupção? Não se tem de ser radical na defesa dos valores da família? Na inocência das crianças nas salas de aula? Não se tem de ser radical na luta contra o comunismo? Então, sou radical", afirmou, em entrevista à RTP, no passado mês de dezembro.

Para este estudo de opinião não foi utilizado o nome do ex-presidente Lula da Silva, em virtude da sua condenação judicial. O Poder360 acabou por submeter à apreciação dos inquiridos Fernando Haddad, em representação do PT.

As eleições presidenciais brasileiras estão marcadas para 07 de outubro, com a segunda volta a realizar-se três semanas depois no dia 28.