Última hora

Última hora

Verão quente nos aeroportos europeus?

Em leitura:

Verão quente nos aeroportos europeus?

Verão quente nos aeroportos europeus?
Tamanho do texto Aa Aa

Entre greves, condições climatéricas adversas ou os desafios colocados pela indústria, o verão adivinha-se difícil no espaço aéreo europeu.

Só no início de junho mais de 13 mil voos tinham sido cancelados na Alemanha. Mais de três mil chegaram com atrasos significativos o que representa um um aumento considerável em relação ao ano anterior.

Mas nem tudo se resume ao estado do tempo e às greves de controladores aéreos em França, Itália ou Grécia.

A indústria também exige um controlo uniforme do tráfego europeu para desviar os aviões em caso de greves ou de tempestades.

Por outro lado, os peritos dizem que as companhias aéreas enfrentam problemas com as infraestruturas próprias e a organização na sequência do fim da AirBerlin ou Alitalia. O mercado em consolidação está a ser aproveitado pela Lufthansa ou Easyjet.

No arranque da nova temporada, em junho, várias linhas aéreas tiveram percalços.

A batalha por quotas de mercado também promete fazer descer os preços para vários destinos. Só da Alemanha saem todos os dias cem voos para Maiorca.