Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

ONU confirma crimes contra a Humanidade em Ghouta Oriental

ONU confirma crimes contra a Humanidade em Ghouta Oriental
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

As Nações Unidas confirmam que tanto o regime sírio de Bashar al-Assad como os grupos rebeldes perpetraram crimes contra a Humanidade em Ghouta Oriental, durante a ofensiva militar para reconquistar o enclave, entre fevereiro e abril deste ano.

O documento da Comissão Internacional Independente de Inquérito sobre a República Árabe da Síria, sublinha que "foi mediante bombardeamentos sistemáticos e generalizados em áreas habitadas por civis, e pela contínua negação de alimentos e remédios a civis sitiados, durante o período em análise, que as forças pró-governamentais perpetraram crimes contra a humanidade, com atos desumanos que causaram grave sofrimento mental e físico".

No relatório, a comissão da ONU refere, ainda, que entre fevereiro e abril, os grupos armados sitiados e organizações terroristas realizaram, também, ataques implacáveis e indiscriminados contra a cidade de Damasco e áreas envolventes. Estes crimes de guerra resultaram na morte e mutilação de centenas de civis sírios.

A 14 de abril as forças governamentais declararam ter retomado o controlo de Ghouta Oriental.

Mais de 140 mil sírios foram obrigados a fugir da região, em busca de refúgio.