FIFA abre processos disciplinares contra Shaqiri e Xhaka por gestos de cariz político

FIFA abre processos disciplinares contra Shaqiri e Xhaka por gestos de cariz político
Direitos de autor  REUTERS/Gonzalo Fuentes
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Caso sejam punidos, Granit Xhaka e Xherdan Shaqiri ficam de fora da partida decisiva contra a Costa Rica, na próxima quarta-feira.

PUBLICIDADE

A FIFA abriu processos disciplinares a Granit Xhaka e Xherdan Shaqiri devido à forma como os dois jogadores suíços celebraram os golos que marcaram contra a Sérvia, na sexta-feira, no Mundial de Futebol da Rússia.

Os dois jogadores, de origem Kosovar, gesticularam, com as mãos, uma águia bicéfala, como aquela que figura na bandeira da Albânia.

Os regulamentos da FIFA proíbem qualquer referência de caráter político dentro do campo.

Para o delegado da seleção da Suíça, isto “não é algo que seja preto ou branco. É uma questão de interpretação." Segundo Claudio Sulser, apesar de ser parcial, esta "não é uma declaração política" Resta agora esperar pela interpretação da FIFA.

Caso sejam punidos, Granit Xhaka e Xherdan Shaqiri ficam de fora da partida decisiva contra a Costa Rica, na próxima quarta-feira.

A FIFA abriu, ainda, processos disciplinares contra a federação sérvia e contra o treinador Mladen Krstajic.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Alemanha vence Sérvia e é pela primeira vez campeã mundial de basquetebol

Suíça e Noruega seguem para os "oitavos". Anfitriã eliminada

Mundial feminino de futebol: Portugal quer "dominar" Vietname