Última hora

Autarca filipino assassinado a tiro no decurso de cerimónia oficial

Presidente da câmara assassinado
Presidente da câmara assassinado
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Nas Filipinas, o presidente da câmara de uma cidade situada a sul da capital, Manila, foi atingido mortalmente a tiro durante uma cerimónia oficial e em frente a funcionários públicos enquanto cantavam o hino nacional.

Segundo a polícia, Antonio Halili, foi atingido a tiro por um atacante não identificado tendo morrido a caminho do hospital.

Halili tornou-se conhecido há cerca de dois anos quando ordenou o desfile público de suspeitos de envolvimento em tráfico de drogas. Os suspeitos eram obrigados a levar consigo cartazes com descrições dos seus crimes.

As campanhas ficaram conhecidas como "os desfiles da vergonha".

O próprio presidente da câmara era igualmente acusado de estar envolvido no tráfico de drogas, alegações que Halili rejeitava.

Os investigadores afirmam que vão tentar determinar se o assassinato estaria ligado à sua campanha anti-drogas.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.