A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Protesto de intérpretes atrasa sessão do Parlamento Europeu

Protesto de intérpretes atrasa sessão do Parlamento Europeu
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Uma ação de protesto dos intérpretes levou a um atraso de cerca de 40 minutos na agenda da sessão plenária do Parlamento Europeu, em Estrasburgo, na terça-feira, interferindo com o discurso do primeiro-ministro da Bulgária.

Pouco depois discursou o presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, que criticou a ação: "Gostaria de dizer algo sobre o que aconteceu hoje, mas não vou fazê-lo. Mas deveria, porque isto não é normal. Ponto final".

Os funcionários que fazem a tradução nas 24 línguas oficiais da União Europeia contestam o aumento da carga horária.