Última hora

Última hora

Espanha: Pamplona cria App para evitar casos de abuso sexual

Em leitura:

Espanha: Pamplona cria App para evitar casos de abuso sexual

Espanha: Pamplona cria App para evitar casos de abuso sexual
Tamanho do texto Aa Aa

A câmara municipal de Pamplona, em Espanha, criou uma aplicação que pretende prevenir casos de agressão e abuso sexual.

O lançamento desta ferramenta foi feito dias antes do Festival anual de São Firmino, que começa esta sexta-feira e decorre até dia 14 de julho.

Este evento ficou marcado em 2016 pela violação de uma jovem de 18 anos, por um grupo de cinco rapazes.

A conselheira de segurança de Pamplona, Itziar Gómez, explica como funciona: "Quem entra na aplicação encontra imediatamente um botão de alerta. Se o pressionar, estará a partilhar a sua localização e a fazer uma chamada de emergência para a polícia local".

Esta tecnologia permite ainda que o utilizador adicione pessoas à lista de contactos, que poderão acompanhar virtualmente o usuário através do sistema de localização.

Este ano, vários postos de informação e apoio podem ser encontrados por toda cidade.

"Julgo que todas as iniciativas que possam ajudar as mulheres a denunciar situações de assédio, agressão ou abuso sexual são positivas e devem ser encorajadas. Temos de ajudar estas mulheres com medo a denunciar estes casos à polícia ou estas situações voltam a acontecer."

Em junho, a libertação de três dos cinco membros do grupo autointitulado "La Manada", que violou a jovem de 18 anos, desencadeou uma onda de protestos no país.

Os jovens foram condenados a nove anos de prisão e a pagar uma indemnização de 50 mil euros.

Os três homens cumpriram dois anos de prisão preventiva e foram libertados duas semanas antes do limite legal, depois de os advogados terem recorrido da decisão e de terem pago uma fiança no valor de seis mil euros.