Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Novas frentes de fogo agravam incêndio da Califórnia

Bombeiros desdobram-se no combate a um fogo galopante
Bombeiros desdobram-se no combate a um fogo galopante -
Direitos de autor
REUTERS/Fred Greaves
Tamanho do texto Aa Aa

O abrandamento do vento é a grande esperança dos bombeiros no combate ao trágico incêndio em curso no norte da Califórnia.

Isto numa altura em que o fogo ganha novas frentes, com o vento forte a propagar rapidamente as chamas por zonas rurais cerca de 280 quilómetros a norte de São Francisco.

O vento levou o fogo inclusive a cruzar rios e a avançar nas proximidades da Floresta Nacional de Mendocino.

Pelo menos, mais 60 casas foram evacuadas na região.

Só nas frentes de Mendocino e Lake, o fogo já consumiu uma área três vezes maior que São Francisco, destruiu sete casas e está a ameaçar outras 12 mil.

Já considerado o sexto mais destrutivo na história da Califórnia, este incêndio deflagrou há pouco mais de uma semana, provocado presume-se pela avaria de um veículo.

Desde o início, o "fogo Carr", como é conhecido, já provocou a morte de seis pessoas, incluindo dois bombeiros, e destruiu mais de um milhar de edifícios.

As previsões indica que as temperaturas vão manter-se próximas dos 40 graus centígrados e a humidade em níveis baixos.