EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

EUA anunciam plano de criação da 'Força Espacial'

Vice-presidente dos EUA quer a Força Espacial pronta em 2020
Vice-presidente dos EUA quer a Força Espacial pronta em 2020 Direitos de autor REUTERS/Eduardo Munoz
Direitos de autor REUTERS/Eduardo Munoz
De  João Paulo Godinho
Publicado a Últimas notícias
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O vice-presidente dos Estados Unidos da América, Mike Pence, quer que o país garante a paz futura no espaço.

PUBLICIDADE

O vice-presidente dos Estados Unidos da América, Mike Pence, anunciou esta quinta-feira o plano de criação do sexto ramo das forças armadas americanas - a 'Força Espacial'.

Num discurso nas instalações do Pentágono, em Washington, Pence explicou que o lançamento deste ramo militar vem dar resposta às mudanças ao longo da última geração e que, no entender do vice-presidente dos EUA, tornaram o espaço profundamente concorrencial e um possível campo de batalha.

"A Força Espacial dos EUA reforçará a segurança, garantirá a nossa prosperidade e também levará os ideais americanos à imensidão do espaço", afirmou.

As palavras do republicano vêm na sequência de uma intenção já expressa do presidente norte-americano, Donald Trump, e que este fez questão de reiterar já após o discurso de Pence através de uma publicação no Twitter. Todavia, o desenvolvimento de uma nova força militar autónoma precisa ainda de passar pela aprovação do Congresso.

"A América sempre buscará a paz no espaço, tal como na Terra. Mas a história prova que a paz só vem pela força. E no reino do espaço exterior, a Força Espacial dos Estados Unidos será essa força", acrescentou Pence.

De acordo com o membro da administração americana, a Força Espacial estará sob a égide do Secretário de Defesa, James Mattis. A previsão é ter as bases do projeto já efetivas em 2020, que está centrado em quatro eixos: comando espacial, força de operações espaciais, agência de desenvolvimento espacial e um novo secretário adjunto para a defesa espacial.

"A Força Espacial não será construída a partir do zero, porque os homens e mulheres que hoje administram e protegem os programas espaciais de nossa nação já são os melhores do mundo", concluiu.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Juíza manda arquivar caso dos documentos secretos contra Trump

Biden pede aos americanos que evitem a violência política após tentativa de assassinato de Trump

Joe Biden defende o seu desempenho no debate, afirmando que sabe “fazer o seu trabalho”