A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Mikles Ungvari vence em casa no Grande Prémio de Budapeste

Mikles Ungvari vence em casa no Grande Prémio de Budapeste
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

O herói do segundo dia do Grande Prémio de Budapeste foi Mikles Ungvari.

Na final da categoria -73kg, o atleta húngaro derrotou o tricampeão mundial Masashi Ebinuma. Aplaudido e a lutar em casa, Ungvari sofreu um ataque de Ebinuma, previsto pelo atleta húngaro, que inverteu o jogo e lançou Ebinuma para o tapete.

O Ippon aplicado valeu a Ungvari o título de campeão do Grande Prémio de Budapeste.

Aos jornalistas e depois de assinar um série de autografos a jovens atletas, o húngaro disse que gostaria de devolver ao judo aquilo que recebeu ao longo das décadas. "Sei o quanto isto significa para estes jovens e sei o quanto isto significa para mim, agora tento devolver tanto ao desporto em si, como a estes jovens atletas.", afirmou Ungvari.

Nos femininos, a mulher do dia foi a japonesa Nouchi Aimi, que enfrentou a alemã Martyna Trajdos, na final da categoria menos de 63 quilos. Deixou até o último segundo para marcar um _ippon, _que lhe deu o terceiro ouro em mundiais de 2018.

Na categoria 63 quilos, Andreja Leski impôs um contra-ataque que levou a canadiana Stefanie Tremblay até ao tapete.

Alan Khubetsov, da Rússia, liderou o pódio na categoria menos de 81 quilos depois de enfrentar, na final, Kenya Kohara do Japão, ganhando com um ippon. Foi o primeiro ouro para o judoca em dois anos.

Mas as medalhas não se ficaram por aqui para o Japão, Saki Niizoe conquistou o ouro na categoria menos de 70 quilos.

O movimento deste segundo dia do Grande Prémio de Budapeste vai para o sueco Robin Pacek, com uma queda de pés, frente ao holandês Frank de Wit.