Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

Peru restringe entrada de venezuelanos

Peru restringe entrada de venezuelanos
Direitos de autor
REUTERS/Guadalupe Pardo
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

A partir do próximo sábado, 25 de agosto, o Peru só deixará entrar no território venezuelanos munidos com um passaporte válido.

Lima - que aceitava até agora a entrada com um simples bilhete de identidade - aperta assim as restrições para tentar travar a chegada maciça de imigrantes venezuelanos, à semelhança do que fez o vizinho Equador.

O ministro peruano do Interior defende que a decisão permitirá "salvaguardar a segurança [tanto] dos cidadãos peruanos como venezuelanos".

Mauro Medina reconhece que "a larga maioria das pessoas que chegam ao país, fazem-no evidentemente pelas mais diversas razões", mas acrescenta que "há sempre alguns que se infiltram e cometem crimes e é óbvio que têm de seguir as leis peruanas, as leis do país que os acolhe".

A restrição é anunciada poucos dias depois da polícia peruana alertar da entrada no país de quinze membros de uma organização criminosa venezuelana.

O Peru acolhe atualmente cerca de 400.000 das 2,3 milhões pessoas que fugiram da crise na Venezuela.