Última hora

Última hora

Crise de migrantes e refugiados: desembarque de vinte e nove menores em Itália

Em leitura:

Crise de migrantes e refugiados: desembarque de vinte e nove menores em Itália

Crise de migrantes e refugiados: desembarque de vinte e nove menores em Itália
Tamanho do texto Aa Aa

Vinte e nove migrantes menores desembarcaram hoje em Itália, depois de fortes pressões do procurador-geral da província de Agrigento Lillo Firetto e de outros magistrados, na sequência de uma inspeção à embarcação onde a situação foi avaliada como crítica.

Presentes no local estiveram representantes da organização não governamental Save the Children e do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados, bem como ambulâncias e forças policiais. Os migrantes foram levados para o centro de recepção, onde receberam cuidados médicos.

No entanto, a postura da Itália face à questão migratória continua incerta. O ministro italiano do Interior Matteo Salvini afirmou ontem que não daria autorização para o desembarque sem haver garantias por parte de outros estados-membros de que farão o mesmo.

A União Europeia foi também acusada de falta de solidariedade para com a Itália. A Comissão Europeia agendou uma reunião com representantes de 12 estados-membros para esta sexta-feira, dia 24 de Agosto, onde uma solução para este caso específico da Itália será debatida.

A comissão afirmou que negociações com dois estados-membros estão em curso, a identidade dos quais não foi revelada, e espera-se que na reunião de sexta-feira uma solução de longo-prazo, não só para este caso mas para a questão migratória em geral, possa ser encontrada.