Última hora
This content is not available in your region

Diretor financeiro do império Trump aceita imunidade federal

euronews_icons_loading
Diretor financeiro do império Trump aceita imunidade federal
Tamanho do texto Aa Aa

Quando Donald Trump pensou que sua semana não poderia ficar pior... aconteceu.

O Wall Street Journal relata que Allen Weisselberg - diretor financeiro da Organização Trump -

aceitou um acordo de imunidade com os procuradores federais que estão a investigar pagamentos de "suborno" a mulheres que reivindicaram casos com o Presidente.

Na terça-feira, o ex-advogado pessoal de Trump, Michael Cohen, declarou-se culpado de oito crimes, incluindo duas violações da lei de financiamento de campanha relacionadas com as compensações.

Cohen disse ao tribunal que fez os pagamentos sob a direção de Trump - potencialmente implicando o presidente num crime federal.

Um acordo de cooperação entre Weisselberg e os procuradores também pode ser prejudicial para o presidente, dado o papel de longa data do diretor financeiro nos negócios de Trump.

O atual advogado de Trump, Rudy Giuliani, diz que o colaborador não tem nada que possa ameaçar o Presidente.

A notícia do acordo de Weisselberg surge apenas alguns dias depois de outro confidente de Trump, o chefe da American Media, David Pecker, ter também entrado em acordo de imunidade.

A revista de tabloide National Enquirer de que é proprietário também terá estado envolvida nos subornos.

Os pagamentos não declarados podem entrar em conflito com a lei de financiamento de campanhas se forem feitos a fim de influenciar a eleição presidencial de 2016.