Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

Trump: "destituição provocaria queda dos mercados"

Trump: "destituição provocaria queda dos mercados"
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Com a Justiça a apertar o cerco ao ocupante da Casa Branca, investigando e acusando próximos de Donald Trump, o presidente dos Estados Unidos liga o seu destino ao futuro da economia norte-americana.

Numa entrevista ao programa Fox & Friends, no canal Fox News, Trump disse não perceber "como se pode bater em alguém que tem feito um ótimo trabalho" e acrescentou que "se alguma vez fosse destituído, os mercados cairiam. Todos ficariam muito pobres porque, sem este raciocínio, veríamos números inacreditáveis em sentido inverso".

A possível destituição do presidente norte-americano não passa para já de uma hipótese longínqua, com a maioria republicana no Congresso, mas voltou à atualidade depois do antigo advogado pessoal de Trump, Michael Cohen, acusado de violar as leis sobre o financiamento eleitoral, ter admitido sob juramento ter comprado o silêncio de duas supostas amantes do magnata para não comprometer a campanha presidencial de 2016.

Na passada terça-feira, outro próximo de Trump, o seu ex-diretor de campanha Paul Manafort, foi considerado culpado de fraude fiscal e bancária.