Última hora

Última hora

Os sapatos vermelhos de Dorothy voltam para casa

Em leitura:

Os sapatos vermelhos de Dorothy voltam para casa

Os sapatos vermelhos de Dorothy voltam para casa
Tamanho do texto Aa Aa

A polícia de Grand Rapids, no estado norte-americano do Minnesota, fez uma enorme descoberta: encontraram o par de sapatos vermelhos usados por Judy Garland em "O Feiticeiro de Oz," de 1939, baseado na obra homónima de L. Frank Baum.

O par de sapatos vermelhos mais famosos da história do cinema tinha sido roubado em 2005, do Museu Judy Garland, no Minnesota, de onde era natural a atriz. Desde então, a administração do museu tinha mantido o expositor de onde tinham sido roubados vazio, com a indicação da peça que faltava.

E como por magia, o inesperado aconteceu. Magia como a dos sapatos de Dorothy, a menina do Kansas, que bateu os pés três vezes para voltar para casa, depois de uma aventura numa terra de encantar, onde conheceu o poder dos sonhos e da determinação.

O roubo dos sapatos levou as autoridades a oferecer uma recompensa equivalente a quase um milhão de euros a quem os encontrasse. Uma tarefa que parecia impossível, durante mais de uma década.

Terça-feira, foi o FBI quem anunciou ter encontrado os sapatos de Dorothy, em bom estado. Tinham levado a cabo uma longa investigação.

Uma investigação de anos

Durante anos, a polícia disse ter seguido todas as pistas possíveis, desde um par que estaria pendurado numa parede de um restaurante de estrada até uns sapatos encontrados no interior de uma mina.

O pior, dizem as autoridades, foi ter de identificar se eram realmente o verdadeiro par de sapatos vermelho rubi e não uma das muitas réplicas existentes.

No ano passado, um homem tentou enganar a companhia de seguros depositária do direito de propriedade dos sapatos, uma tentativa falhada, graças à atuação de agentes do FBI à paisana.

Existem pelo menos outros três pares de sapatos iguais aos usados por Judy Garland em "O Feiticeiro de Oz." Um deles encontra-se exposto no Museu Nacional de História Americana, em Washington DC.