Última hora

Última hora

Operalia de Plácido Domingo apresentada em Lisboa

Em leitura:

Operalia de Plácido Domingo apresentada em Lisboa

Operalia de Plácido Domingo apresentada em Lisboa
Tamanho do texto Aa Aa

É uma oportunidade única.

Na competição de ópera mais importante da atualidade, as futuras estrelas dão o seu melhor.

A Operalia foi fundada por Plácido Domingo, há 25 anos. A edição deste foi apresentada noTeatro Nacional de São Carlos.

Plácido Domingo acompanha os finalistas e trabalha as suas árias para o grande momento no palco. Esta orientação essencial para o maestro foi um momento único na vida de , a meio-soprano canadiana de 23 anos que surpreendeu com a conquista de quatro grandes prémios.

"Ele tem uma energia mágica que, de certa forma, nos faz cantar melhor (...) O grupo é fantástico. Ter o Plácido Domingo aqui e muitas pessoas da sua família torna tudo muito acolhedor".

Foi uma semana cheia de emoções e trabalho duro. A meio-soprano canadiana Emily D'Angelo e o tenor bielorrusso Pavel Petrov foram os grandes vencedores da edição deste ano.

Em destaque no Teatro Nacional de São Carlos esteve também Luís Gomes. O Tenor português venceu na categoria de zarzuela e recebeu o prémio do público para melhor voz masculina.

"O facto de que todo o mundo da ópera estar a assistir a esta competição é muito importante. Mais importante do que os prémios, é a forma como cantámos e como mostrámos às pessoas o que podemos fazer. Espero que esta noite traga coisas novas e surpreendentes."

Mais sobre musica