A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

EUA abrem guerra contra o Tribunal Penal Internacional

EUA abrem guerra contra o Tribunal Penal Internacional
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

A administração Trump abriu mais uma guerra diplomática, agora contra o Tribunal Penal Internacional (TPI). Os Estados Unidos ameaçam com sanções, se o TPI tentar julgar cidadãos norte-americanos, israelitas ou outros aliados.

"Vamos deixar o TPI morrer sozinho. Afinal, para todos os efeitos, o TPI já está morto para nós", disse John Bolton, conselheiro de Segurança Nacional de Trump.

No ano passado, a procuradora-chefe do TPI, Fatou Bensouda, disse que ia pedir a abertura de um inquérito sobre alegados crimes de guerra cometidos no Afeganistão, nomeadamente pelo exército norte-americano.

O conselheiro de segurança nacional de Trump anunciou também que o Governo vai fechar a representação diplomática da Organização de Libertação da Palestina (OLP) em Washington.

A OLP tem instado o TPI a investigar aquilo que considera crimes de guerra de Israel.