Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

Furacão Florence nos Estados Unidos ainda é perigoso

Furacão Florence nos Estados Unidos ainda é perigoso
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Chuvas intensas, ventos fortes e inundações. Os Estados da Carolina do Sul e do Norte sofrem os efeitos dos Furacão Florence que entretanto perdeu força e agora é de categoria 1, chegou a ser de categoria 4. Mesmo assim é bastante perigoso com ventos que podem chegar aos 150 quilómetros por hora.

A meio da noite, o olho do furacão estava junto a costa atlântica dos Estados unidos a cerca de 100 quilómetros de Wilmington na Carolina do Norte. Neste estado mais de 150 lares já ficaram sem eletricidade

No total, entre um a três milhões de pessoas podem ficar privadas de eletricidade nos dois Estados da Carolina. Cerca de 3 mil eletricistas chegaram à região para poder restabelecer a corrente assim que o perigo passar.

Ate agora, um milhão e setecentas mil pessoas fugiram das suas casas.

"O pior da tempestade ainda não está aqui. Mas estes são os primeiros sinais dos dias que estão para vir. Sobreviver a esta tempestade vai ser um teste de resistência, trabalho de equipa, senso comum e paciência", declarou Roy Cooper.

De acordo com o serviço nacional de meteorologia quase cinco milhões de pessoas vão ser atingidas por mais de 25 cm de agua nos próximos cinco dias.

A perspetiva de inundações e grande e representa um dos dos principais perigos.