Última hora

Última hora

Bruxelas celebra magia da BD

Em leitura:

Bruxelas celebra magia da BD

Bruxelas celebra magia da BD
Tamanho do texto Aa Aa

O Festival de Banda Desenhada termina este domingo em Bruxelas. Trata-se da nona edição deste evento que desde 2010 já atraiu quase cem mil visitantes assim como mais de 250 artistas de renome.

A edição deste celebra os 70 anos de Alix, uma personagem criada pelo desenhador Jacques Martin e cuja saventuras decorrem na Roma antiga. Para muitos, a banda desenhada não fica atrás da literatura.

"São as histórias... Não gosto de alguns livros porque não têm desenhos. A banda desenhada é mais criativa. Baseiam-se menos na imaginação mas criamos as vozes nas nossas cabeças" diz uma jovem entusiasta que visitou o festival.

Mas a banda desenhada pode ser muito mais do que mero entretenimento. Alguns artistas também têm mensagens políticas e éticas.

É o caso do desenhador David Ratte.

"Trabalho frequentemente com notícias. Tenho uma série intitulada "Planeta Tóxico" na qual falamos sobre ecologia. A série em que estou a trabalhar é sobre uma mulher da Namíbia que chega a França. O tema é a imigração" afirma o desenhador que marcou presença neste evento.

A capital belga tem uma longa tradição de banda desenhada. Foi aqui que nasceram personagens como Tintin, Spirou e os Estrunfes.