Última hora

Última hora

Aumento recorde da produção de coca na Colômbia

Em leitura:

Aumento recorde da produção de coca na Colômbia

Aumento recorde da produção de coca na Colômbia
Tamanho do texto Aa Aa

A Colômbia continua a ser o maior produtor de cocaína do mundo.

De acordo com um relatório do gabinete das Nações Unidas contra a Droga e o Crime (ONUDC), o país registou um aumento recorde da superfície total de plantações de coca passando de 146 mil hectares, em 2016, para 171 mil hectares em 2017.

"Quero expressar a minha profunda preocupação com a quantidade de dinheiro que impulsiona a economia ilícita das drogas, dinheiro que não chega às famílias de agricultores ou aos elos mais fracos da cadeia", conta o representante da ONUDC na Colômbia, Bo Mathiasen.

O presidente colombiano reiterou o compromisso de combater o cultivo de coca no país. Ivan Duque comprometeu-se a eliminar pelo menos 140 mil hectares de plantações ilegais, nos próximos quatro anos.

"Este relatório, tal como os que o Governo dos Estados Unidos tem apresentado, mostra a advertência que, há muito tempo, fazemos ao país e que nos compromete para que essa estratégia abrangente seja contundente pois não queremos que a economia ilícita do narcotráfico continue a causar mais danos à Colômbia", sublinha Duque.

A ONU relaciona o aumento das plantações ilegais com uma perceção de diminuição do risco de atividades ilícitas depois da suspensão da pulverização aérea e com as expectativas de algumas comunidades de receberem subsídios pela substituição do cultivo de coca.