Última hora

Última hora

Brexit: Jeremy Corbyn admite eleições ou novo referendo

Em leitura:

Brexit: Jeremy Corbyn admite eleições ou novo referendo

Brexit: Jeremy Corbyn admite eleições ou novo referendo
Tamanho do texto Aa Aa

No Reino Unido, o líder trabalhista reitera que o seu partido tentará forçar uma eleição legislativa para evitar um Brexit sem acordo. Jeremy Corbyn disse, na conferência anual do Labour, que todas as opções permanecem na mesa - eleições ou referendo.

"É inconcebível, inconcebível que tenhamos que sair da Europa sem um acordo. Seria um desastre nacional. É por isso que se o parlamento anula o acordo Tory, ou se o governo não chegar a nenhum acordo, vamos pressionar para a eleição legislativa".

Corbyn considera que as negociações do Brexit, levadas a cabo por Theresa May, são um desastre, mas admite apoiar o governo se ela alcançar um acordo em que o Reino Unido beneficie do mercado único e da união aduaneira.

"Se houver um acordo que inclua uma união aduaneira e nenhuma fronteira rígida na Irlanda, se ele proteger os empregos, os direitos dos trabalhadores e os padrões ambientais e de consumo, apoiaremos esse acordo sensato; um acordo que seria apoiado pela maioria dos empresários e dos sindicatos. Mas se não houver esse acordo, há que contar com um partido que pode e vai resolver isso."

Corbyn vai poder explicar a sua visão do Brexit ao negociador da União Europeia, Michel Barnier, no encontro previsto esta quinta-feira.