Última hora

Última hora

Catalunha: Independentistas assinalam aniversário do referendo com protestos

Em leitura:

Catalunha: Independentistas assinalam aniversário do referendo com protestos

Catalunha: Independentistas assinalam aniversário do referendo com protestos
Tamanho do texto Aa Aa

Os protestos dos independentistas estão a paralisar uma boa parte da Catalunha, no dia em que se assinala o primeiro aniversário do referendo pela independência levado a cabo pelo governo independentista de Carles Puigdemont.

Cortes de estradas e auto-estradas, bloqueio de vias de camiho de ferro e de entradas de alguns bancos em Barcelona foram, uma vez mais, as ações escolhidas para reclamar a independência por centenas de ativistas.

A estação de caminho-de-ferro de Girona está paralisada. Os comboios de alta velocidade entre a Espanha e a França não criculam. A auto-estrada que percorre a costa mediterrânica de norte a sul também foi cortada em Tarragona.

Numa cerimónia em Girona, no sítio onde estava a assembleia de voto onde Puigdemont deveria votar há um ano, o presidente do governo regional, Quim Torra declarou:

"Sabíamos que o 1 de Outubro seria a semente de qualquer coisa e foi a semente constituinte da república catalã. Tudo começou a 1 de Outubro e tudo volta a 1 de Outubro".

No dia 1 de Outubro de 2017, o governo da Catalunha organizou o referendo pela independència. Madrid enviou a polícia nacional e interrompeu o voto. O referendo foi declarado ilegal pela justiça.

Hoje o lema dos protestos é: "Não esqueço, nem perdoo".