Última hora

Última hora

Número de mortos ultrapassa os 1300 após maremoto

Em leitura:

Número de mortos ultrapassa os 1300 após maremoto

Número de mortos ultrapassa os 1300 após maremoto
Tamanho do texto Aa Aa

Embarcações em terra, camiões derrubados e destroços por todo o lado... A Indonésia está numa corrida contra o tempo para resgatar as vítimas do maremoto que na sexta-feira devastou a parte central da ilha de Celebes..

Segundo o último balanço das autoridades, o número de mortos ronda, já, os 1350.

Na segunda-feira, foram encontrados 34 cadáveres, na sua maioria de crianças, num salão de uma igreja, no sul da cidade de Palu.

Por entre os destroços, milhares de pessoas tentam ainda encontrar os familiares desaparecidos.

"Desde que aconteceu, ainda não encontrei as minhas filhas. Tenho percorrido os campos de refugiados e também o local onde foram vistas pela última vez e ainda não há sinal delas. Um dos assistentes dos clérigos disse-me que nenhuma criança sobreviveu", diz um indonésio.

Os saques e a criminalidade proliferam, enquanto os moradores de Palu desesperam por ajuda.

A situação para os sobreviventes deteriora-se, de dia para dia. Os alimentos, a água potável, os medicamentos e o combustível escasseiam.

As estradas para a cidade de Palu, com cerca de 350 mil habitantes, continuam bloqueadas retardando a chegada de ajuda e mantimentos.

Segundo as autoridades do país, dois milhões e quatrocentas mil pessoas foram afetadas pelo maremoto, cerca de oito centenas ficaram feridas e mais de 61 mil ficaram desalojadas.