Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Pior fome no mundo em cem anos ameaça Iémen

Pior fome no mundo em cem anos ameaça Iémen
Tamanho do texto Aa Aa

O Iémen está prestes a enfrentar a maior fome dos últimos 100 anos em todo o mundo. O alerta chega das Nações Unidas que já tinha apontado a situação no país como a maior crise humanitária da atualidade. Por causa da guerra, a ajuda no terreno está tornar-se praticamente inexistente.

Herve Verhoosel, do Programa Alimentar Mundial, alerta: "Se esta situação persistir, poderemos ter um aumento de três milhões e meio de pessoas em risco. No total, são cerca de 12 milhões que necessitam urgentemente de assistência alimentar regular para evitar que passem para uma situação de fome."

A organização Save the Children indica que o número de crianças que sofre com a fome no país pode chegar aos 5 milhões se os combates continuarem a prejudicar a assistência humanitária.

Há três anos que o Iémen é palco de uma guerra civil entre os rebeldes Huthis, ajudados pelo Irão, e o governo reconhecido internacionalmente, apoiado por uma aliança liderada pela Arábia Saudita.

O principal foco do conflito tem sido a zona do porto de Hodeida, controlada pelos rebeldes, que é a principal porta de entrada de ajuda humanitária no país.

Em setembro foram atingidos armazéns do Programa Alimentar Mundial com alimentos para mais de 19 mil pessoas.