Última hora

Última hora

Espionagem russa aumenta na Suíça

Em leitura:

Espionagem russa aumenta na Suíça

Espionagem russa aumenta na Suíça
Tamanho do texto Aa Aa

Os serviços secretos suíços dizem que a espionagem russa aumentou significativamente no país. A organização apontou dois casos recentes. Num deles, a agência identificou um ataque informático contra a Agência Mundial Anti-Doping.

O funcionário adiantou que não era aceitável que agentes agissem contra uma organização suíça ou internacional com sede num país neutral.

"Não posso oferecer muitos detalhes sobre as atividades russas na Suíça mas para nós é muito claro que aumentaram em comparação com o passado. É claro que na Suíça temos Genebra, que é internacional, temos muitas ONGs e organizações internacionais. E é por isso que a Suíça é um alvo para os espiões", afirmou Jean-Philippe Gaudin, diretor dos serviços secretos suíços, NDB.

Num outro caso, dois espiões russos teriam alegadamente tentado infiltrar um laboratório utilizado pela Organização para a Proibição de Armas Químicas que na altura estaria a analisar as amostras fornecidas pelas autoridades britânicas e relacionadas com o ataque químico ocorrido em Salisbury.

O diretor dos serviços secretos suíços afirmou que as tentativas de infiltração não seriam toleradas.