Última hora

Última hora

PT quer Bolsonaro fora da corrida presidencial

Em leitura:

PT quer Bolsonaro fora da corrida presidencial

PT quer Bolsonaro fora da corrida presidencial
Tamanho do texto Aa Aa

Para Fernando Haddad não há dúvidas. O seu adversário é responsável pela alegada onda de "fake news" contra o PT e a retaliação não vai tardar:

"Reparação dos ataques que ele me fez via internet. Porque ele patrocinou com dinheiro sujo uma campanha de difamação. E isso não tem prazo para acabar. O montante de recursos envolvidos e o número de empresários envolvidos nesse complô é muito expressivo. Existem notícias de jornal que dão conta de 156 empresas contratadas com esse fim. A Folha de São Paulo apurou um único contrato de 12 milhões de reais. Você já imaginou a soma de todos os contratos? Despejados, ilegalmente, na campanha do deputado Bolsonaro.

É muito grave o que aconteceu. Todo o mundo sabia que na última semana do segundo turno aconteceu alguma coisa muito estranha. Estamos a falar de milhões e milhões e milhões de mensagens", afirmou aos jornalistas Haddad.

O líder do partido que apoia Jair Bolsonaro lança também graves acusações mas ao PT:

"É uma piada a gente assistir a uma fação criminosa travestida de partido político, chamada Partido dos Trabalhadores, falar em mentira, falar em "fake news". Falar em compra, gastando milhões em manipular a opinião pública. Quem sempre fez isso foi o PT", adiantou o presidente do PSL.