Última hora

Última hora

Investigação revela encontro em Washington entre Khashoggi e embaixador saudita

Em leitura:

Investigação revela encontro em Washington entre Khashoggi e embaixador saudita

Investigação revela encontro em Washington entre Khashoggi e embaixador saudita
Tamanho do texto Aa Aa

Uma investigação do canal norte-americano NBC revelou que o jornalista Jamal Khashoggi teria tido um encontro com o irmão do líder saudita em Washington, meses antes do seu desaparecimento em Istambul.

"Os amigos de Khashoggi dizem que ele não estava convencido de que se regressasse a Ríade estaria a salvo"

Josh Lederman Repórter, NBC

O príncipe Khalid bin Salman, embaixador saudita em Washington e irmão mais novo do príncipe herdeiro, Mohammed bin Salman, teria tido uma conversa com Khashoggi na embaixada em Washington.

"Funcionários sauditas estavam a trabalhar no sentido de convencerem Jamal Khashoggi a regressar à Arábia Saudita. Em primeiro lugar através de uma ofensiva de charme, dizendo-lhe que seria muito bem acolhido se regressasse ao reino e mais tarde através da força tal como se viu com o seu assassinato", Josh Lederman, repórter do canal NBC.

O encontro foi confirmado por várias pessoas próximas de Khashoggi e pela embaixada saudita em Washington. O teor da conversa não foi contudo revelado.

"Os amigos de Khashoggi dizem que ele não estava convencido de que se regressasse a Ríade estaria a salvo. Ele apercebeu-se de que se tratava de uma armadilha, ele regressaria à Arábia Saudita para ser colocado na prisão ou pior ainda, essencialmente desapareceria. É por essa razão que apesar de lhe terem prometido um emprego na casa real se regressasse, Khashoggi recusou e decidiu manter-se afastado da Arábia Saudita".

De recordar que Jamal Khashoggi desapareceu no consulado saudita em Istambul no dia 2 de outubro. Khashoggi era um crítico proeminente do governo saudita.