Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Matteo Salvini garante que morte de jovem italiana "não ficará impune"

Matteo Salvini garante que morte de jovem italiana "não ficará impune"
Tamanho do texto Aa Aa

O caso chocou o país e aumentou a pressão sobre as autoridades. Nas ruas multiplicam-se as vigílias em memória de Desirée Mariottini, como a que se fez notar esta quinta-feira no bairro de San Lorenzo, em Roma.

Foi nesta zona que foi encontrado, no interior de um edifício abandonado, o corpo da jovem de 16 anos. A vítima foi drogada e violada por vários homens antes de ser morta, ao que tudo indica por asfixia.

Dois senegaleses e um nigeriano foram detidos e o polémico ministro italiano do Interior, Matteo Salvini, apressou-se garantir que o caso não passará impune. Deslocou-se ao terreno e também criticou a autarca de Roma, do Movimento 5 Estrelas, pela zona devoluta num caso que pode ser capitalizado pelo próprio Salvini apresentado um candidato alternativo aos aliados de Governo para vencer eleições locais.

A autarca de Roma, Virgini Raggi, defendeu-se e disse: "Preciso e peço uma maior presença do Estado. Fiquei muito satisfeita por Matteo Salvini aceitar o nosso pedido para ter mais forças policiais no terreno. É uma resposta muito importante. Aguardamos isso mesmo porque existem muitas pessoas reféns da pequena criminalidade à noite mas também durante o dia."

O tema promete fazer correr muita tinta.