Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Sérgio Conceição estranha que ninguém fale de Herrera

Sérgio Conceição na conferência de imprensa de antevisão com o Lokomotiv
Sérgio Conceição na conferência de imprensa de antevisão com o Lokomotiv -
Direitos de autor
LUSA/PAULO NOVAIS
Tamanho do texto Aa Aa

Na antevisão do jogo com os russos do Lokomotiv, Sérgio Conceição revelou que o mexicano Héctor Herrera, tem ficado no banco de suplentes nos últimos jogos devido a problemas físicos.

"Não sei se já repararam, o Herrera tem estado limitado desde o jogo em Moscovo e, nos 10, 20 ou 30 minutos que tem feito, tem dado o que pode e o que não pode para ajudar a equipa. Num jogador que está em fim de contrato, estar de corpo e alma connosco representa bem o espírito deste balneário."

O espanhol Óliver Torres tem ocupado a vaga no onze deixada pelo mexicano e com exibições bastante elogiadas nos últimos quatro jogos.

O técnico portista foi cuidadoso na avaliação que fez às exibições do médio, mas disse que o médio teve a humildade de perceber que tinha de mudar.

"Para ele não foi fácil porque essas não são as suas características mas tem feito um trabalho magnífico nesse sentido. Teve a humildade de perceber que tinha de mudar algo para entrar na equipa. A partir do momento em que não corresponder haverá outro Óliver para entrar."

Do lado da equipa russa, o avançado português Éder acredita que é desta que o Lokomotiv pode chegar à primeira vitória na fase de grupos. E sobre o jogo de há duas semanas, na capital russa, Éder considerou que "cometemos alguns erros e podíamos ter chegado à vantagem. O jogo de amanhã será diferente, o FC Porto vai entrar muito forte mas temos hipóteses e equipa suficiente para vencer".

No outro jogo do grupo D, o Schalke 04, da Alemanha, joga com o Galatasaray, da Turquia.

No grupo C, o PSG joga futuro na Champions esta terça-feira.

Se os campeões franceses perderem com o Nápoles, em Itália, ficam a 4 pontos de distância e com a tarefa bem complicada de alcançar os oitavos de final da competição.

Há duas semanas, os italianos empataram no Parque dos Príncipes e o treinador, Carlo Ancelloti, antevê um duelo bem complicado.

"Temos muito respeito por eles porque são mesmo muito bons. A nossa exibição em Paris deu-nos confiança mas isso não altera o facto de que vamos ter um jogo bastante difícil".

Do lado do Paris Saint Germain, certa é a titularidade de Gianluigi Buffon. O guarda-redes italiano regressa aos relvados do país natal depois de ter deixado a Juventus, este verão.

Na liga francesa o PSG está invencível, 12 vitórias em 12 jogos, mas na Liga dos Campeões perderam com o Liverpool, empataram com o Nápoles e só conseguiram vencer o Estrela Vermelha.

A equipa de Belgrado que vai defrontar os líderes do grupo, Liverpool.

No grupo A, o Atlético de Madrid vai tentar vingar os 4 golos sofridos há duas semanas com o Borussia Dortmund. O Mónaco defronta o Brugge.

No grupo B, o Tottenham defronta o PSV Eindhoven e o Inter recebe o Barcelona.