Última hora

Última hora

Centenário do armistício de 1918

Em leitura:

Centenário do armistício de 1918

Centenário do armistício de 1918
Tamanho do texto Aa Aa

Há cem anos, no dia 11 de novembro de 1918, o mundo assistia ao fim daquele que foi, até à época, o pior conflito da humanidade.

Aliados e Império Alemão assinavam em Compiègne, no norte de Paris, um cessar-fogo, marcando o Término da Grande Guerra, quatro anos após o seu início e que vitimou cerca de 10 milhões de pessoas.

O documento, onde os germânicos reconheceram a derrota, foi assinado assinado por volta das cinco da manhã. Em Paris, o líder do Governo francês, Georges Clemenceau, é aplaudido por uma multidão.

Na Alemanha, a capitulação vem com um sentimento de humilhação, agravado com a assinatura do tratado de paz de Versalhes.

De acordo com alguns historiadores, foi esse sentimento de revolta e de humilhação que, algumas décadas depois, levou à ascensão do nazismo e por consequência à Segunda Guerra Mundial.